Produção industrial cresce pelo 8º mês consecutivo e deixa crise para trás

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de outubro de 2009 as 13:11, por: cdb

A produção da indústria brasileira cresceu pelo oitavo mês consecutivo, ao registrar expansão de 1,2% em agosto em relação à de julho, segundo dados divulgados nesta sexta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o resultado de agosto do ano passado, entretanto, houve queda de 7,2%. No acumulado de janeiro a agosto, a retração é de 12,1% em relação ao verificado no mesmo período de 2008. Nos últimos 12 meses fechados em agosto, a queda é de 8,9%.

Técnicos do IBGE destacam que a expansão de agosto foi sustentada por 15 das 27 atividades analisadas. Os principais destaques foram: produção e refino de álcool (3,5%), produção de veículos (3,2%), de material eletrônico e equipamentos de comunicações (9,1%) e metalurgia básica (2,7%). Equipamentos de transporte (-4,2%), indústria farmacêutica (-2,4%) e perfumaria (-3,6%) estão entre as principais quedas no mês.

Segundo a pesquisa do IBGE, na avaliação por categorias de uso, “há um claro destaque para bens de consumo duráveis”, que de julho para agosto cresceu 3,1%, seguidos por bens intermediários (0,7%)”. Desde janeiro deste ano, eles vêm registrando aumento na produção, acumulando até agosto taxas de 82,9% e 11,3%, respectivamente.

Enquanto isso, a produção de bens de capital (0,4%), associada ao nível de investimento, apresenta aumento desde abril, acumulando até agosto 7,6% de expansão. A produção de bens de consumo semi e não duráveis avançou 0,6%, na passagem de julho para agosto, segundo resultado positivo consecutivo, o que levou a um ganho de 1,8% na comparação dos desempenhos de agosto e de junho de 2009.