Procurador do trabalho aponta “terceirização” da saúde na Paraíba 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de setembro de 2011 as 08:21, por: cdb

O procurador-chefe do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas Araruna, classificou como “bastante crítica” a situação do Hospital do Trauma Senador Humberto Lucena, localizado em João Pessoa (PB). Sem quadro próprio de funcionários, essa unidade está sendo conduzida por pessoal contratado pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) por meio da Cruz Vermelha que, ainda segundo Eduardo Varandas, passou a gerenciar toda a atividade hospitalar.

– Não há interesse [do governo da Paraíba] em fazer concurso público, pois isso dá autonomia e qualidade ao serviço. Quem paga por essa estrutura privatizada, terceirizadora, é o cidadão pobre – afirmou o procurador do trabalho. Ele participa de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) para debater denúncias de irregularidades na terceirização para a Cruz Vermelha do hospital localizado na Paraíba.

Mais informações a seguir

Da Redação / Agência Senado