‘Processo de debate das reformas será longo’, diz Berzoini

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 16:17, por: cdb

O ministro da Previdência e Assistência Social, Ricardo Berzoini, afirmou nesta terça-feira, após sair de almoço com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a bancada do PT, que a conversa foi positiva.

– Foi muito mais uma reunião social do que um debate político profundo, porque não havia tempo para isso -, afirma o ministro, dizendo que processo de debate das reformas tributária e judiciária será longo.

– A tramitação de uma emenda constitucional não é uma questão simples: é demorada pelo regimento e pela importância. Portanto, não podemos esperar que esse debate se resolva em uma ou duas semanas, é um trabalho permanente -, declarou o ministro.

Para Berzoini, o momento é histórico, pelo fato de o presidente conseguir apresentar duas emendas constitucionais fundamentais para o país, para o desenvolvimento e a geração de emprego com um pequeno número de divergências e com a convicção de será possível “mudar a história do Brasil daqui para frente”.

Lula deixou nesta tarde a residência oficial do presidente da Câmara, João Paulo Cunha, e não deu declarações sobre o almoço.