Primeira fase do programa Fome Zero vai beneficiar 15 mil famílias em MS

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 21 de fevereiro de 2003 as 22:54, por: cdb

A primeira fase do Programa Fome Zero em Mato Grosso do Sul vai alcançar 15 mil famílias.

Segundo o governador José Orcírio Miranda dos Santos, Zeca do PT, serão beneficiados trabalhadores rurais sem-terra acampados à beira de estradas, índios e quilombolas.

A lista dos beneficiados será elaborada em conjunto por órgãos federais e estaduais e nela deverão ser priorizadas as famílias de menor poder aquisitivo.

Os detalhes começarão a ser discutidos nos próximos dias. A informação foi dada ao governador pelo ministro de Segurança Alimentar e Combate à Fome, José Graziano, ontem, durante audiência em Brasília.

O ministro Graziano aceitou o convite do governador para visitar Mato Grosso do Sul em março. A data ainda não foi escolhida, mas ele deverá participar – junto com outros integrantes do primeiro escalão do governo federal – do lançamento de ações voltadas para o combate à fome, ao analfabetismo e a favor da produção de alimentos em assentamentos da reforma agrária.

Zeca do PT acredita que, além de representar o resgate de uma dívida social histórica, a reforma agrária bem sucedida poderá ser um dos principais instrumentos de combate à fome.

A sugestão dele é que o governo federal crie um sistema que integre a produção nos assentamentos a uma rede de comercialização, que poderia ser a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).