Presos do Rio se destacam na Olímpiada de Matemática

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008 as 11:51, por: cdb

Um fato inédito aconteceu na 3ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Dentre os 583 alunos premiados em diferentes escolas em todo estado, cinco detentos receberam menção honrosa. A Obmep é promovida pelo Ministério da Educação e Ministério da Ciência e Tecnologia, em parceria com o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e com a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Ao todo, foram inscritos 869.237 alunos de 1.824 escolas no Rio de Janeiro. A rede estadual teve 19 medalhistas. John Michael White, que estuda na Escola Estadual de Ensino Supletivo Profª Alda Lins Freire, localizada dentro da Penitenciária de Segurança Máxima Alfredo Tranjan (Bangu 2) obteve a sexta colocação na categoria menção honrosa.

Fábio Barros Rodrigues, matriculado no Colégio Estadual José Lewgoy, que funciona na Penitenciária Moniz Sodré, também no Complexo de Gericinó, Zona Oeste do Rio, ficou com a nona colocação.

Outros três internos, Johnny da Silva Baroni Vianna, Cleice Sales Silva e André Lopes Chow, que também estudam em Bangu 2 e na Moniz Sodré, ficaram com os 113º, 125º e 163º lugares, respectivamente.

A Olimpíada de Matemática pode ser definida como uma competição equivalente às esportivas, como natação, futebol, ou como concursos de literatura e festivais de música. Como em qualquer disputa, ela também exige preparação específica e treinamento dos “atletas” de matemática, que consiste na resolução de problemas individualmente ou em grupo.

Entre os benefícios da competição, vale destacar o crescimento da autoconfiança e da auto-estima do aluno, à medida que ele desenvolve sua capacidade de resolução de problemas.

A entrega dos certificados da 3ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) acontece no próximo dia 26 de fevereiro no Theatro Municipal com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.