Preso em SP acusado de integrar quadrilha que age em Congonhas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 16 de junho de 2003 as 16:50, por: cdb

Policiais da 2ª Delegacia de Patrimônio do Deic (Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado) prenderam na última sexta-feira Fernando Sérgio Madeu, 25, acusado de integrar uma quadrilha de assaltantes que age no aeroporto de Congonhas, na zona sul de São Paulo.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública, Madeu foi preso após alguns dias de investigações no Hospital das Clínicas. A polícia tinha informações de que ele havia caído de moto e quebrado um braço e uma perna, e que estava fazendo fisioterapia no hospital.

Madeu é acusado de roubar, em novembro do ano passado, o relógio Rolex do deputado federal Edmar Batista Moreira (PL-MG), depois dele ter desembarcado em São Paulo e seguido para sua casa. O relógio valeria US$ 20 mil, mas teria sido vendido por cerca de R$ 6.000.

A quadrilha passou a ser investigada após a prisão de Luiz Roberto Marcondes Machado, o Testinha, que teria participado de uma invasão em abril ao apartamento da ex-mulher do apresentador Jô Soares, Flávia Soares, em Higienópolis, centro de São Paulo.

Esquema de roubo

Um olheiro da quadrilha ficaria nas proximidades do saguão de desembarque de Congonhas atentando para objetos valiosos e seguindo as vítimas até o lado de fora do aeroporto.

Por meio de um telefone celular, o olheiro passaria as características da pessoa, o material a ser roubado e os dados do veículo em que a vítima se encontra para outro membro da quadrilha, que seguiria o carro em uma moto.

Quando a pessoa chegava ao seu destino, o assalto era anunciado.