Presidente eleito do Botafogo não quer saber de virade de mesa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 17 de novembro de 2002 as 23:45, por: cdb

O presidente eleito do Botafogo, Bebeto de Freitas, pegou um grande pepino pela frente. Dia 2 de janeiro, ele assume o cargo e terá a missão de reerguer o Glorioso das cinzas. A partir de março de 2003, o clube vai disputar a segunda divisão do Campeonato Brasileiro e Bebeto de Freitas sonha em voltar à elite em 2004, ano do centenário do Alvinegro.

“Esse momento é de reflexão e de muita coragem. O que a gente fica chateado e preocupado é que o clube está muito pior do que a equipe. Agora, dependemos dos botafoguenses que querem ajudar o clube. Estamos recebendo muitas adesões porque, em 2004, o Botafogo completa 100 anos do seu futebol”, afirmou, em entrevista à Rádio Tupi.

Bebeto esteve no Caio Martins para assistir à derrota de 1 x 0 para o São Paulo e deixou o estádio faltando cinco minutos para o apito final. Chateado com o rebaixamento, o futuro cartola voltou a afirmar que o Botafogo tem que retornar à primeira divisão no campo.

Ele comunicou que o elenco entra de férias nesta quarta-feira e retorna para a pré-temporada no dia 18 de dezembro. Mesmo diante de tantos problemas, Bebeto pede um voto de confiança a todos e que seu antecessor defina o quanto antes o elenco para 2003.

“Não tenho dúvidas de que vamos mudar muita coisa no Botafogo. Vamos honrar a tradição do clube. Gostaria que quando o time retornasse de férias, nós tivéssemos o plantel e o técnico definidos. Temos que reestruturar o futebol profissional. Essa é a nossa prioridade”, afirmou.

Bebeto ainda confessou na entrevista que já conversou com um técnico para a próxima temporada, mas não quis revelar sua identidade. “Tenho um técnico na cabeça, mas obviamente tenho que acertar com ele antes de comunicar à imprensa. Já conversei com ele rapidamente. Ele está empenhado em nos ajudar, mas não quero criar nenhum tipo de problema”, comentou.