Presidente dos EUA aprova criação de novas armas nucleares

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 2 de dezembro de 2003 as 04:25, por: cdb

O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, assinou na última segunda-feira uma lei que destina milhões de dólares à pesquisa de novas armas nucleares. O proposta também cria um campo de provas no estado de Nevada (oeste).

O porta-voz Scott McClellan disse que Bush firmou a lei concedendo verbas para o desenvolvimento das áreas de energia e águas, que prevê fundos para o programa de armas nucleares, ligado ao Departamento de Energia.

Dentro da lei há US$ 7,5 milhões destinados ao desenvolvimento de bombas nucleares ‘antibunker’, que segundo os funcionários da Defesa ampliarão a capacidade dos EUA para destruir centros de comando e controle do inimigo, além de depósitos de armas subterrâneos.

Outros US$ 6 milhões serão aplicados no desenvolvimento de pequenas bombas nucleares, como as de cinco quilotons (equivalentes a 5 mil toneladas de dinamite), destinadas à destruição de silos de mísseis. A lei prevê ainda US$ 24,9 milhões para preparar um campo de provas em Nevada, onde serão realizados testes nucleares.

A Casa Branca queria que o campo de testes estivesse pronto em 18 meses, mas o Congresso estabeleceu um prazo de 36 meses, atento às advertências sobre a crescente disposição do governo Bush de suspender a moratória sobre provas nucleares.

No total, o Congresso aprovou US$ 6,4 bilhões para atividades relacionadas à armas nucleares no ano fiscal de 2004, o que representa um crescimento de US$ 303 milhões em relação a 2003, mas US$ 94 milhões a menos do que Bush solicitou.