Presidente do TST relaciona trabalho infantil ao salário mínimo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 2 de maio de 2003 as 13:53, por: cdb

O presidente do Superior Tribunal do Trabalho (TST), ministro Francisco Fausto, apontou o baixo valor do salário mínimo como o principal fator para o crescimento da exploração do trabalho infantil no Brasil. Para o juiz, as famílias mais pobres põem os filhos para trabalhar muito cedo, especialmente nas lavouras, porque do contrário não conseguiriam garantir seu sustento.

– É um valor aviltante. Não há como sobreviver com esse dinheiro – afirmou.

De acordo dados do IBGE, em 2001, 5,4 milhões de pessoas de 5 a 17 anos de idade trabalhavam no Brasil.

– À medida que o governo conseguir desonerar a folha de salários, como resultado principalmente de uma reforma tributária, e avançar também rumo à reforma trabalhista, haverá mais espaço para aumento do emprego e do salário mínimo no país – disse.