Presidente da Nigéria é reeleito com ampla vantagem

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 22 de abril de 2003 as 18:42, por: cdb

O presidente da Nigéria, Olusegun Obasanjo, obteve um segundo mandato de quatro anos após ganhar as eleições realizadas no último sábado (19) no país com 62% dos votos, declarou esta terça-feira a Comissão Eleitoral Nacional Nigeriana (CENI).

O ex-general Obasanjo, um cristão do sul do país, cumpriu com os requisitos constitucionais para evitar um segundo turno já que não só foi o candidato mais votado mas também conseguiu pelo menos 25% do voto em pelo menos dois terços dos 36 estados e no território federal de Abuja.

O Partido Democrático Popular (PDP) de Obasanjo conseguiu impor além disso seus candidatos a governador em 28 dos estados nas eleições que se realizaram no mesmo dia.

A vitória de Obasanjo e seu partido político foi rechaçada por seu rival mais próximo, o ex-general golpista Muhammadu Buhari, um muçulmano do norte do país que obteve um 32% dos votos.

Os representantes de seus partidos se negaram a assinar os resultados publicados pela CENI, que atrasou por três horas a entrevista coletiva de seu presidente, Abel Guobadia, para anunciar a vitória de Obasanjo.

O Partido de Todos os Povos da Nigéria (PTPN) de Buhari na última segunda-feira (21) ameaçou “levar para as ruas” seus partidários se os resultados das urnas, que considerou fraudulentos, não forem são cancelados e não forem convocadas novas eleições.