Presidente da Gol depõe em CPI sobre vôo 7486

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de maio de 2007 as 16:50, por: cdb

O presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, disse nesta terça-feira à CPI do Apagão Aéreo do Senado que é “precipitado” afirmar que um pássaro na turbina foi o responsável pela interrupção do vôo 7486 com destino a Porto Alegre e Montevidéu há uma semana.

A aeronave foi forçada a retornar ao aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo. O incidente provocou divergências entre a companhia aérea e a Infraero, que tratou o caso como pane.
 
Segundo Constantino Júnior, a “ingestão de pássaros” por turbinas é comum, mas nem sempre o efeito é imediato.

– É precipitado afirmar que o problema foi provocado pela ingestão de um pássaro naquele momento. Nem sempre o efeito é imediato. Mas a manutenção da aeronave e das turbinas estava em dia -, explicou o presidente da Gol.
 
Além de Constantino Júnior, o presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, e o superintendente do aeroporto de Guarulhos, Edgard Brandão Júnior, participam da sessão da CPI do Apagão Aéreo do Senado.