Presidente da Fiesp pede ao Senado agilidade na PPP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de setembro de 2004 as 11:04, por: cdb

O presidente da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), senador Edison Lobão, recebeu nesta quarta-feira em seu gabinete o presidente eleito da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf. No encontro, Skaf pediu pressa  para que o projeto das parcerias público-privadas (PPPs) seja aprovado o mais rápido possível.

Edison Lobão concordou e disse que o projeto que trata das PPPs está sendo examinado pelo Senado “até com uma certa rapidez”. Lembrou que o projeto, que já passou pela Comissão de Educação (CE), vai ganhar celeridade, já que será apreciado, em conjunto, pelas Comissões de Justiça, Assuntos Econômicos (CAE) e de Assuntos Sociais (CAS).

– A Fiesp, portanto, está convidada a se manifestar e dar a sua opinião, que é valiosa, na formulação de uma lei que considero de grande importância para ao país – avaliou Edison Lobão, para quem o projeto das parcerias público-privadas representa mais um instrumento para promover o crescimento do país, geração de empregos e ampliação da economia.

Paulo Skaf disse que a aprovação do projeto é de fundamental importância para o país já que tem por meta, conforme observou, melhorar um dos setores que apresenta maiores problemas para o crescimento econômico, que é o da infra-estrutura, como construção e conservação de estradas.

Ele alertou, entretanto, que o projeto necessita “de ter algumas pequenas arestas aparadas” para que seja, de fato, montado em cima de regras claras e que venha a gerar confiança nos investidores. Mas não quis antecipar quais seriam essas arestas, informando apenas que vai tratar do assunto nos próximos dias com o senador Edison Lobão.