Presidente da CUT morre de traumatismo craniano após assalto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de maio de 2003 as 19:43, por: cdb

O Dia do Trabalho no Tocantins foi marcado pela morte do sindicalista e presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Estado, Vilmar Araújo Mendes. Ele faleceu por volta das 14h desta quinta-feira no Hospital Comunitário de Palmas, decorrente de traumatismo craniano.

Mendes foi vítima de um assalto ocorrido no final da tarde da última terça-feira (29), na sede do Sindicato dos Trabalhadores na Educação (Sintet), no centro da capital.

Segundo testemunhas, Mendes havia sacado de uma agência bancária R$ 5 mil, que seriam aplicados na realização do IV Congresso Estadual da CUT, neste final de semana, ocasião em que seria eleita a nova diretoria da entidade.

O corpo do sindicalista será velado na sede do Sintet, em Palmas e enterrado em Colinas do Tocantins, no médio Norte do Estado, cidade de origem de Vilmar Mendes. O presidente da CUT, João Felício deverá participar da cerimônia do funeral.