Presidente da Câmara acredita na aprovação da tributária ainda no primeiro semestre

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 18 de março de 2008 as 12:35, por: cdb

O presidente da Câmara dos Deputados, Arlindo Chinaglia (PT) afirmou que é possível a reforma tributária ser aprovada ainda no primeiro semestre. Ele é um dos participantes do  encontro, desta terça-feira, entre o ministro da Fazenda, Guido Mantega, e a bancada petista na Câmara dos Deputados para discutir a matéria.

– Neste momento, estou trabalhando para ver se consigo fazer um acordo com a oposição para não haver obstrução – disse Chinaglia ao ser referir às 18 medidas provisórias que trancam a pauta de votações na Casa.

Segundo ele, se a situação não for resolvida o semestre praticamente será perdido com “disputas políticas que não atenderão ao interesse maiores de ninguém”.

O ministro das Relações Institucionais, José Múcio, também afirmou nesta terça-feira que este é o grande momento para aprovar a reforma tributaria, mesmo diante da crise financeira internacional.

– Todos acham que estamos num momento de crescimento, um dos melhores de (nossa) história. Nossa economia e pujante e crescente. Então esta é a maneira de fazer a reforma.

Sobre a atitude da oposição de tentar impedir a aprovação da proposta, Múcio afirmou que o governo tem consciência de que se trata de um projeto da sociedade.

Para Múcio, a proposta da oposição de o governo deixar de emitir medidas provisórias até junho, de modo a facilitar a tramitação das propostas, “seria ótimo se isso fosse possivel”.

– O governo pode ficar refém (do Congresso) e parar o país. Já aprovamos o orçamento com três meses de atraso. Temos de entender que a responsabilidade de gestão é do governo.