Presa quadrilha de porteiros que sequestrou universitário no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de maio de 2007 as 15:29, por: cdb

Uma quadrilha formada por porteiros de edifícios residenciais da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, foi responsável pelo seqüestro do universitário Osmar Freire Saraiva, 21 anos. Um dos envolvidos no crime, inclusive, trabalhava no prédio onde mora a família da vítima.

Osmar foi seqüestrado no dia 19 de abril e ficou em cativeiro por 13 dias. Ele foi liberado na noite desta quarta-feira por policiais da Divisão Anti-Sequestro da Polícia Civil. Quatro envolvidos foram presos.
O cativeiro da vítima ficava num prédio localizado na rua Comandante Júlio de Moura, na Barra da Tijuca, onde Edvaldo Ferreira Pessoa, 30, e o irmão dele, Edmilson Ferreira Pessoa, 23, trabalhavam como porteiros. Os dois foram presos durante a ação da polícia.

Outro suspeito de envolvimento no seqüestro é o porteiro Merivanaldo Pio de Moraes, 35, que há anos trabalhava no prédio onde morava Osmar e sua família. “Vanaldo”, como era conhecido no edifício, é suspeito de coletar informações sobre o universitário para promover o seqüestro junto com a quadrilha.

A operação da polícia prendeu também Antônio Agrédio Feitosa, 33, que também é porteiro da região. Junto com ele foi encontrado um carro que teria sido utilizado no seqüestro.

Assim que foi libertado, o universitário foi levado para um hospital da Zona Oeste, onde está internado. Seu estado, segundo os médicos, é bom. Todos porteiros presos nesta madrugada continuam detidos na carceragem da Divisão Anti-Seqüestro da Polícia Militar.