Preparador físico do Flamengo está otimista com condições de Edílson

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 22:44, por: cdb

A animação de Edilson nesta terça-feira, no primeiro dia de treinos no Flamengo, contagiou o preparador-físico Marcelo Salles. O jogador chegou cedo à Gávea e começou um trabalho meticuloso de avaliação para em seguida trabalhar agilidade e coordenação.

– Foi excelente o comportamento do Edilson – disse o professor Marcelo, entusiasmado.

O trabalho durou mais de uma hora e meia. Ao final, o professor Marcelo Salles definiu o quadro atual de Edilson:

– Para quem está parado desde meados de dezembro do ano passado, quer dizer, mais de quatro meses, a resposta que o Edilson me deu foi das melhores. Eu diria mesmo que ele está em boas condições diante de todos os fatos que nos foram informados.

À tarde, Edilson voltou à Gávea e dessa vez, de roupa de treino, foi para o campo correr. Foram 5km em volta do campo no tempo de 32 minutos. Mais animação por parte do professor Marcelo Salles:

– Este foi um trabalho contínuo e o resultado foi novamente muito bom. O que o Edilson já tinha mostrado pela manhã foi comprovado à tarde com a corrida em volta do campo. Fizemos também musculação e alongamento e as respostas foram excelentes para quem estava a tanto parado.

Mas o professor Salles não quis fixar prazo para a estréia de Edilson:

– Estamos trabalhando com um prazo de 15 dias, mas tudo vai depender do que acontecer daqui por diante. O desempenho e as respostas do Edilson é que vão ditar o ritmo do nosso trabalho e também a previsão para sua estréia. Só ele poderá nos mostrar isso.

E se Edilson pensa que vai ter moleza, está enganado. Ele vai ser exigido em dois períodos de treinos até sexta-feira, no sábado fará um trabalho pela manhã e só terá boa vida mesmo no domingo.

Nesta quarta-feira, pela manhã, Edilson fará um trabalho de reforço muscular nas areias da praia da Barra da Tijuca, onde está morando. Pelo menos 90 minutos de trabalho. À tarde, de novo a corrida no estádio da Gávea para um trabalho contínuo que poderá ser progressivo em relação ao realizado nesta terça-feira.