Prefeitura valoriza professores

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 10 de março de 2012 as 13:30, por: cdb

A Prefeitura de Curitiba avança cada vez mais na valorização dos professores, tanto no aspecto salarial como nas condições de trabalho e de melhorias na carreira. E o diálogo com a categoria é permanente, todas as ações são debatidas por representantes da Prefeitura com os professores.

 Os professores da rede municipal de ensino de Curitiba que trabalham 4 horas por dia (20 horas por semana) passarão a ter o vencimento básico de R$ 1.319,90 em abril, quando todos os servidores da Prefeitura terão o reajuste anual de 10% (em março, o vencimento básico é de R$ 1.199,91). Este valor é maior do que o piso nacional fixado pelo Ministério da Educação para a jornada de 40 horas semanais de trabalho no valor de R$ 1.451,00.

 Parte dos professores municipais trabalha 40 horas semanais e, em abril, estes servidores passarão a receber o vencimento básico de R$ 2.639,80. Se comparadas as 40 horas semanais do piso nacional às 40 horas de trabalho do profissional do magistério da Prefeitura de Curitiba, a diferença é de R$ 1.188,80

 A Secretaria Municipal da Educação está implantando, gradativamente, a hora-atividade de 33,33%, conforme estabelece a lei do piso, válida para todo o país. A hora-atividade representa o tempo reservado ao estudo e planejamento das atividades, que os professores desenvolvem em sala de aula. Atualmente, das 20 horas semanais de trabalho, 4 horas são reservadas a estas atividades. Até 2013, serão mais 13,33%, ou seja, 2h36 a mais de tempo para estudo e planejamento.

 A implantação integral dos 33,33% da hora-atividade depende da ampliação do quadro de professores e, para isso, mais um concurso público para a contratação de professores está em andamento neste momento. Todos os aprovados no último concurso, realizado no ano passado, já foram chamados. As inscrições vão até o dia 12 de março e, além de professores, o concurso está aberto para educadores que vão atuar nas creches. Em janeiro, a Prefeitura contratou 1.100 profissionais para a Educação entre professores, educadores e inspetores de escola (auxiliares de serviços escolares). Deste total, 700 são profissionais do magistério.

 Os professores da Rede Municipal de Ensino também poderão receber, a partir de abril, mais R$ 275, valor referente à gratificação do Programa de Produtividade e Qualidade da Prefeitura de Curitiba. A medida irá equiparar os professores aos demais servidores da Prefeitura que já recebem a gratificação.

 Nas unidades da Secretaria da Educação, educadores, secretários escolares, inspetores de escola e agentes administrativos já participam do programa. Entre os que trabalham na Educação, apenas os profissionais do magistério não recebiam o PPQ, que é uma gratificação pela dedicação e qualidade do trabalho prestado e devidamente avaliado, como acontece com todos os servidores da Prefeitura que participam dos programas de produtividade e qualidade.

 A implantação do PPQ para os profissionais do magistério vai elevar a remuneração dos professores. No mês de abril, o vencimento básico para quem ingressar na Prefeitura passará dos atuais R$ 1.199,91 para R$ 1.319,90, 10% a mais, que será o percentual de reajuste anual que vai ser concedido a todos os servidores da Prefeitura. Com o PPQ, os professores que trabalham 20 horas por semana poderão receber ainda R$ 275, o que poderá elevar a remuneração para R$ 1.594,90.

 Os 700 novos professores que ingressaram na Prefeitura de Curitiba em janeiro deste ano, por exemplo, que começaram a carreira recebendo R$ 1.199,91, poderão receber R$ 1.594,90 em abril, o equivalente a R$ 394,90 a mais, quase 33%. Esta situação é a mesma dos professores que estão em estágio probatório, ou seja, trabalham há menos de três anos na Prefeitura. Para os professores que trabalham 40 horas semanais o PPQ poderá chegar a R$ 550.

 Outra novidade prevista para março de 2013 e que beneficiará também os professores será a incorporação de R$ 100 dos R$ 275 do PPQ ao vencimento básico. A incorporação vai beneficiar todos os servidores da Prefeitura que participam dos programas de produtividade e qualidade na sua aposentadoria e também os que se aposentaram com a paridade.