Prefeitura soluciona problema de fechamento de turmas em escola do Vila Romana

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2012 as 12:57, por: cdb

Pais de alunos matriculados na Escola Estadual Rosa Vaz de Araújo no bairro Vila Romana foram recebidos pelo prefeito Vladimir Azevedo em seu gabinete, na tarde dessa quinta-feira (08/03/2012), para tratar da formação de turmas seriadas, já que a escola não tem o mínimo de 20 alunos por turma como determina o Estado. Na reunião também estiveram presentes, o secretário de Governo de Governo Antônio Faraco, a secretária municipal de Educação Eliana Cançado, a superintendente regional de Ensino, Vera Lúcia Prado, a secretária adjunta de Educação Valéria Morato, os vereadores Rodyson do Zé Milton e Beto Machado e a diretoria da escola Cássia Helena Silva Souza.

O município decidiu entrar na discussão, pois uma das razões apontadas para a formação de turmas multiseriadas na escola estadual é o baixo número de alunos matriculados na instituição. A redução de matriculados na instituição Estadual, deve-se a uma nova realidade do ensino municipal, pois houve uma baixa no número de ingressantes nas escolas do município de cerca de 700 alunos, justificada, entre outros fatores, pela baixa natalidade. Isso abriu vagas na Rede Municipal que foram preenchidas pelos alunos que então estudavam na Escola Estadual Rosa Vaz de Araújo.

A Lei determina que as crianças estudem em escolas próximas a suas casas e caso isso não seja possível o município pode oferecer o transporte, mas para alunos matriculados em instituições municipais. No caso da Escola do Bairro Vila Romana, um acordo da Secretaria de Educação com a Superintendência de Ensino foi firmado para que alguns alunos matriculados na Escola Estadual também recebessem o transporte. O acordo fechado com a Superintendência para transporte de alunos para a Escola Estadual Vaz de Araújo, precisou ser desfeito, pois a justificativa que o sustentava deixou de existir, ou seja, a falta de vaga em escola municipal perto de sua casa.

A reunião realizada ontem (08/03/2012) foi agendada pelo município que considera a estratégia de ‘multisseriar’ turmas, completamente equivocada pedagogicamente. A intenção foi ajudar a escola, sem prejudicar o município. “Chegou-se a conclusão e este ano teremos um ônibus transportando aluno para lá e a rede municipal de ensino vai ceder alunos para esta escola estadual para que a escola não feche e nem ‘multiserie’ turmas. Esta sensibilidade do prefeito e esse trabalho em conjunto aqui nesta reunião garante que até o dia 31 de dezembro está garantido o funcionamento da escola. Para o ano que vem, será necessária uma outra discussão já que a escola não tem o número de alunos suficientes para seu funcionamento”, explicou Eliana Cançado, secretária de Educação.

Os vereadores Rodyson do Zé Milton e Beto Machado presentes na reunião contribuíram para a negociação. “Equacionamos, com muito jeito e apelo jurídico, através da secretária de Educação, da superintende regional de Educação Vera Prado, e prefeito deu toda autonomia para quer se encontrasse um caminho viável e isso foi feito com muito diálogo, muita transparência, muita honestidade, porque educação não é brinquedo. Agora todos os pais e alunos podem ficar tranqüilos porque o problema está resolvido para todo o ano de 2012”, comemorou o vereador Rodyson do Zé Milton. De acordo com o vereador Beto Machado uma vitória da coletividade. “Faltava uma intervenção mais forte e o prefeito, demonstrando que quer mesmo resolver a situação fez esta intervenção com todos os lados envolvidos e todas as partes juntas chegaram a este denominador comum. Todos ganharam e ai a gente sente que é importante que nos unamos e não fiquemos divididos, com união a gente vê que as coisas acontecem”.

O prefeito Vladimir Azevedo, coordenou as discussões e explicou como foi tomada a decisão. “Procuramos resolver o problema de forma inteligente: senta todos juntos, pois o problema é de todos. Aqui não existe o problema dos pais, da diretora, do prefeito, nem só da superintendência e nem só da SEMED, aqui o problema é de todos, inclusive com uma Comissão da Câmara com a presença dos vereadores Beto Machado e Rodyson do Zé Milton. Então sentamos aqui e todos juntos, com sabedoria e diálogo, e surgiu a decisão, de que para este ano letivo vamos colocar um ônibus e assim poder garantir o número mínimo e não haver a multi seriação. Serão 58 novos alunos que nós vamos colocar o ônibus e isso está garantido que a escola funcione em 2012 com o quorum mínimo sem multi seriar’, resumiu o prefeito.

A secretaria de Educação tem se empenhado desde o ano passado para solucionar a questão. A SEMED realizou 3 reuniões com pais de alunos para explicar a situação, inclusive com a participação da direção da Escola Estadual Rosa Vaz de Araújo e representantes da Superintendência. Essa semana os pais puderam ter a solução desejada por eles. “Foi uma reunião muito produtiva, com resultado positivo que vai satisfazer tanto nós os pais da Lagoa dos Mandarins, dando segurança do transporte e da continuação do ensino na escola do bairro Vila Romana, que é excelente”, comemorou Sirley de Castro Gomes. A mãe de aluno, Carla de Souza Diniz, também voltou pra casa aliviada. “Viemos para esta reunião com a esperança muito grande que uma decisão positiva fosse acontecer, que fosse uma decisão boa para todo mundo e que ninguém ficasse prejudicado. Mas graças a Deus nós conseguimos, foi uma reunião boa, tivemos um feliz com todos saindo satisfeitos e nós temos muito o que agradecer ao prefeito Vladimir”, comemorou.