Prefeitura de Anápolis inicia construção do Planetário Digital 3D

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 19 de abril de 2012 as 21:17, por: cdb

A Prefeitura de Anápolis se prepara para iniciar mais uma grande obra no município, a instalação do Planetário Digital 3D e Observatório Astronômico de Anápolis. O empreendimento será na Praça Jamel Cecílio e terá 1.200 m² de área construída. A ordem de serviço para o início das obras acontece na quarta-feira, 25, às 9 horas, na Praça Jamel Cecílio, no Bairro JK.

A estrutura contará também com Espaços de Ciências Afins. O projeto abrange a construção de banheiros, masculino e feminino, duas salas com capacidade para 30 pessoas cada uma com o objetivo de realizar palestras aos visitantes, salão de exposição e ainda espaço para a administração, almoxarifado, secretaria e recepção. Serão instalados equipamentos tecnológicos de projeção digital e astronômicos de última geração.

O novo investimento da administração municipal visa disponibilizar a todas as escolas e universidades do município um centro de aplicação didática que proporciona uma orientação educacional além das salas de aula. O espaço multidisciplinar é uma estratégia para levar às pessoas mais conhecimento científico e tecnológico.

Além de sua função didática, o Planetário Digital é também uma excelente sala de espetáculos virtuais, que pode se tornar uma atração turística e cultural de grande interesse do público em geral. A proposta é que o horário de funcionamento seja de segunda a sábado, das 8 às 21 horas, e domingo, na parte da manhã.

Segundo o secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, Fabrízio Ribeiro, as visitas serão agendadas para escolas e definidos horários específicos para a comunidade. “As escolas poderão planejar suas aulas nesse espaço porque estamos preparando atividades específicas. Teremos também orientadores e monitores para acompanhar as pessoas”, explica.

Fabrízio Ribeiro ressalta ainda que o Planetário Digital irá despertar na população um maior interesse pela ciência. “Será uma ferramenta de capacitação onde as pessoas irão conhecer mais sobre o assunto e, a partir disso, desenvolverem futuros trabalhos acadêmicos”, fala.