Prefeito decreta estado de calamidade pública em município do Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de abril de 2003 as 18:55, por: cdb

O município de Santo Antônio de Pádua, no noroeste fluminense, já está em estado de calamidade pública. O prefeito Luiz Fernando Padilha acaba de decretar a medida, diante da gravidade da situação provocada pelo desastre ambiental no Rio Pomba, principal fonte de abastecimento de água da cidade.

Padilha decretou feriado municipal nas próximas quinta-feira e sexta-feira por causa dos transtornos causados pela contaminação do rio. Santo Antônio de Pádua está sem água desde o último sábado (29), com sérios prejuízos para todos os serviços.

Nesta quinta-feira, a governadora Rosinha Matheus vai sobrevoar toda a área atingida pelo desastre ambiental provocado pelo vazamento de rejeitos químicos da Cataguazes Papéis, em Minas Gerais.

Rosinha também irá a Santo Antônio de Pádua, onde terá rápida reunião com assessores e técnicos que estão trabalhando no local. Depois, de helicóptero, ela vai até a barragem da Cataguazes Papéis, onde começou o desastre ambiental.

A governadora passará toda a manhã na região e é possível que vá a Campos, a maior cidade do norte fluminense, que também está com o abastecimento de água interrompido por causa do acidente.