Prefeito de Fortaleza é indiciado pela Polícia Federal

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 28 de novembro de 2003 as 18:22, por: cdb

Relatório elaborado pelo delegado Cláudio Joventino, da Polícia Federal, indicia o prefeito de Fortaleza, Juraci Magalhães (PMDB) e seu genro, o deputado estadual Sérgio Benevides (PMDB), no processo que apura o desvio de R$ 1,8 milhão na compra de merenda escolar por parte da Prefeitura de Fortaleza no período de 1998 a 2000. O delegado pede à Procuradoria da República que entre com uma ação criminal e requeira o seqüestro dos bens de Juraci e Benevides.

Também foram indiciados os ex-assessores de Juraci: Rosemary Maciel, Francilúcia Teixeira, Alexandre Cals e os empresários Jessé Araújo, Francisco Romero e Francisco Vilmar Pinto. O relatório de Joventino tem 11 volumes e será encaminhado ao Tribunal Regional Federal da 5ª Região, com sede em Recife (PE).

O deputado Sérgio Benevides sofreu um processo de cassação no primeiro semestre devido a acusação de envolvimento com o escândalo, mas acabou sendo absolvido pela Assembléia Legislativa. Seu advogado, Waldir Xavier, disse que aguardará o envio do relatório ao TRF para apresentar a defesa do deputado. “Já provamos perante à Assembléia Legislativa a inocência do deputado”, destaca o advogado.
 
A assessoria de imprensa do prefeito Juraci Magalhães promete divulgar uma nota sobre o assunto. O mesmo deve acontecer com os demais envolvidos.