Prefeito Barbosa Neto entrega duas composteiras

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 9 de março de 2012 as 12:46, por: cdb

Prefeito Barbosa Neto entrega duas composteiras

Escrito por N.comSex, 09 de Março de 2012 15:34

O objetivo do projeto é dar destino correto ao lixo orgânico produzido nas escolas municipais

O prefeito Barbosa Neto e a secretária municipal de Educação, Karin Sabec, entregaram hoje (9), às 9h, a 17ª composteira na Escola Municipal Dalva Fahl, localizada na rua Serafim França 104, jardim Três Marcos, região sul de Londrina. Às 16h30, a Escola Municipal Maria Tereza Amâncio, que fica na rua Midori Koga, 486, jardim Santa Rita VI, região oeste, também será completada pelo projeto da compostagem.

Com as inaugurações de hoje, serão 18 escolas participantes do programa. As composteiras são espaços onde os resíduos orgânicos como, por exemplo, restos de alimentos crus, cascas de ovos e borras de café são colocados junto com uma mistura de serragem, palha seca e terra. O objetivo é criar adubo para as escolas, ajudar na redução do lixo orgânico e conscientizar os estudantes sobre os cuidados com a preservação do meio ambiente.

A supervisora da Escola Municipal Dalva Fahl, Elaine Sola Pozzobon, explicou que todos os 243 alunos terão acesso à composteira, o que os estimula no aprendizado. “O projeto abrange desde a educação infantil até a 5ª série. As crianças se mostram curiosas em saber mais sobre a reciclagem e a compostagem, porque quanto mais prática elas têm, mais atenção elas prestam ao conteúdo ensinado em classe”, disse a supervisora.

A aluna da 4ª série, Caroline Emmendor, disse que está contente em ter o projeto em sua escola e que o conhecimento sobre a importância da reciclagem já vem de casa. “Meus pais já separam o lixo em casa e achei muito legal ter composteira na escola, porque, ao invés de jogar o lixo fora, a gente coloca ali e forma o adubo para as plantinhas”, afirmou.

Para o prefeito,  projetos de conscientização ambiental como este são necessários para o desenvolvimento de uma cidade mais sustentável. “Através da conscientização das crianças, formamos adultos que vão cuidar do meio ambiente, vão dar o destino correto ao lixo reciclado e ao orgânico. Parece algo pequeno, mas, com ações como esta, vamos melhorar o futuro das crianças e da cidade”, afirmou.

O projeto é desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação e, segundo Karin Sabec, é uma ferramenta utilizada para desenvolver conceitos de preservação ambiental e reaproveitamento dos restos de comida da merenda escolar, transformados posteriormente em adubos.

Fotos: Luiz Jacobs