Prefeito anuncia novas medidas de patrolamento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 5 de abril de 2012 as 09:17, por: cdb

Na manhã desta quinta-feira (5), o prefeito Alex Boscaini deu uma coletiva de imprensa, em seu gabinete. Ele anunciou os próximos passos do patrolamento no município. De acordo com o prefeito, a prioridade agora é retomar o trabalho nas regiões danificadas pelas fortes chuvas, e, num segundo momento, dar sequência ao cronograma de obras da Secretaria Municipal de Obras e Viação (Smov).

A coletiva teve a presença do secretário de Obras e Viação, Marcos Nor, e do secretário de Gestão e Relações Institucionais, Robinson Duarte. Segundo Boscaini, devido às fortes chuvas “o patrolamento que foi feito da região Santa Isabel até a parada 42 foi, literalmente, por água abaixo”. Por isso, o foco agora é na retomada do trabalho nessas regiões, reaproveitando os materiais usados – como o saibro – e realizando o patrolamento das ruas.

Em março, a ação começou na região São Tomé, a primeira das 10 áreas urbanas do município – que correspondem a 20% da área de Viamão. “Na semana que vem, o trabalho da Smov começa na região Santo Onofre. Serão patroladas e ensaibradas todas as vilas da região”, afirmou Boscaini. Ainda de acordo com ele, em maio começa o trabalho na região Querência, em junho na região Centro e em julho na Vila Elza. Agora o serviço está na região da Santa Isabel.

Nor destaca que o patrolamento realizado atualmente se diferencia dos demais: “Esse serviço é diferenciado, pois é feito com maior durabilidade, já que é realizado não só com uma retroescavadeira, mas também com um rolo compressor”.

Boscaini também ressaltou a metodologia do patrolamento, que segue um cronograma baseado em estudos de cada região. “Nós temos uma metodologia, um cronograma, e realizamos um trabalho abrangente e transparente”, disse. Além disso, o prefeito também destacou o Calçamento Participativo: “O Calçamento Participativo é um processo de parceria com a comunidade, que entendeu que assim o serviço pode ser disponibilizado para um maior número de cidadãos”.

 

 

Texto: Guilherme Not

Fotos: Guilherme Not, Beatriz Tavares

 

####