Prefeita assina protocolo com Banco do Brasil para garantir política habitacional inclusiva

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 17 de abril de 2012 as 15:24, por: cdb

Ribeirão Preto, 18 de Abril de 2012

Prefeita assina protocolo com Banco do Brasil para garantir política habitacional inclusiva
A política habitacional do governo municipal já retirou 8.500 pessoas de núcleos de favelas ou áreas de risco ambiental e regiões de enchentes. Outros seis também serão erradicados

 

Fotos Roberto Galhardo

Prefeita Dárcy Vera destaca a importância da assinatura do protocolo de intenções, que coloca mais um banco público em favor da aquisição de moradias populares

 
A prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, dá mais um passo para incrementar ações e projetos habitacionais para atender com moradias populares as famílias com renda de até três salários mínimos. Para isso, ela assinou nesta terça-feira, dia 17, no Palácio Rio Branco, o protocolo de intenções envolvendo a Administração Municipal, a Cohab-RP e o Banco do Brasil objetivando o recebimento de projetos para a construção de casas populares do programa Minha Casa Minha Vida.

A partir desta assinatura, os financiamentos para comprar imóvel do programa “Minha Casa Minha Vida” poderão ser realizados não só pela Caixa Econômica Federal, mas também pelo Banco do Brasil, com apoio financeiro de até 100%. Ao manifestar seu interesse em empregar ações conjuntas para viabilizar a execução do Minha Casa Minha Vida, a prefeita Dárcy Vera anunciou sua meta que é conseguir mais 8.000 novas moradias de interesse social e atender famílias com renda de até três salários mínimos.

A política habitacional do Governo Municipal já retirou 8.500 pessoas de núcleos de favelas ou áreas de risco ambiental e região de enchentes. Até o final do ano outras seis favelas serão erradicadas. “Esse é um dia marcante, pois agora temos mais um agente financeiro, além da CEF, para buscar novos projetos de moradia de interesse social. Com a entrada do Banco do Brasil, o segmento da construção também poderá apresentar seus trabalhos a essa instituição financeira, o que certamente vai agilizar todo esse processo”, declarou a prefeita Dárcy Vera.

 

“Iniciativa movimenta a construção civil, promovendo o crescimento e desenvolvimento social. A intenção do Governo Federal é exatamente a de atender as pessoas em situação de fragilidade social e econômica”, informa Evandro Baldini Dias, gerente de governo do BB

 

De acordo com ela, esse protocolo vai incrementar os projetos junto às construtoras, que deverão atender com imóveis famílias de baixa renda, pois é essa a demanda da cidade. “Gostaria muito que os empresários atendessem a esse segmento social. Vamos entregar projetos para conseguir as 8.000 casas. Já ultrapassamos nossa cota, que era 1.200 residências, chegando a mais de 4.000 imóveis”, explicou a prefeita.

“Esse protocolo vem em boa hora. Somos muito bem atendidos pela Caixa Econômica, que é um exemplo no desenvolvimento do Minha Casa Minha Vida. Com a entrada do Banco do Brasil neste processo os encaminhamentos serão mais rápidos. Esse será mais um casamento perfeito, que está nos permitindo atender com moradias com 8.500 pessoas, 2.500 família com moradias dignas, no programa municipal de habitação popular da prefeita Dárcy Vera”, declarou o presidente da Cohab-RP, Silvio Martins, lembrando que as propostas para financiamentos de casas de até três salários mínimos, como defende a prefeita, irá colaborar para diminuir o déficit de 20 mil barracos ainda existentes na cidade.

Evandro Baldini Dias, gerente de governos do Banco do Brasil lembrou ainda que o Banco do Brasil está presente em todo o país e agora entram na área da construção para cumprir a determinação da presidente de Dilma Roussef, que é ampliar para 2,4 milhões de unidades habitacionais a serem construídas 2014. “Poderemos financiar o projeto em até 100%. A intenção do Governo Federal é exatamente a de atender as pessoas em situação de fragilidade social e econômica”, enfatiza Dias.

“Assinamos essa parceria com a Prefeitura porque também entendemos a importância do programa de habitação popular. Esperamos realmente receber muitos projetos com essa iniciativa”, completa Antonio Saito, gerente de projetos do Banco do Brasil.

Participaram do evento Evandro Baldin Dias, Joel Saraiva, Guilherme França, Romualdo Pereira, Sílvio Martins – presidente da Cohab-RP, Jamil Albuquerque (Governo), Luchesi Junior (Casa Civil), e diretores de várias secretarias municipais da Prefeitura de Ribeirão Preto.

 

Prefeita, Cohab-RP e gerentes do Banco do Brasil assinam a parceria de apoio a construção de moradias do Minha Casa Minha Vida