Preços ao consumidor caem 0,3% em julho nos EUA

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de agosto de 2001 as 00:08, por: cdb

Os preços ao consumidor caíram 0,3% em julho nos Estados Unidos, a maior queda em 15 anos.

A queda dos preços volta a despertar rumores de que o Federal Reserva, o banco central americano, pode reduzir a taxa de juros pela sétima vez este ano, na reunião da próxima semana.

Foi a primeira vez que os Estados Unidos tiveram deflação este ano.

A queda foi puxada pela redução de 11% no preço da gasolina e de 5,6% nos outros itens de energia.

Queda inesperada

Os preços de artigos de vestuário caíram 0,6%, enquanto alimentação subiu 0,3% e produtos de fumo tiveram uma alta de 4,3%.

Em junho, a inflação subiu 0,2% e analistas esperavam que os preços caíssem no máximo 0,1% em julho.

Excluindo alimentação e energia, itens considerados voláteis – com intensa variação – o núcleo do índice teve alta de 0,2%.

Os pedidos de seguro-desemprego também caíram. Foram 380 mil pedidos na semana encerrada no dia 11 de agosto, oito mil a menos do que na semana passada, uma queda maior do que o esperado.

Para evitar que os Estados Unidos entrem em recessão, o Fed já reduziu a taxa de juros seis vezes este ano, totalizando 2,75 pontos porcentuais.

O Fed pôde fazer um corte tão radical justamente porque a inflação estava sob controle.

Vários analistas esperam um novo corte na taxa na próxima reunião do Fed, na quinta-feira que vem.

A inflação deve continuar sob controle até o final do ano, porque os preços de energia chegaram ao pico no início deste ano e depois caíram, com a redução da demanda.

Até agora, a taxa de inflação anualizada é de 2,8%, enquanto em todo o ano passado o acumulado foi de 3,4%.