Preço médio da cesta básica aumenta e chega a R$ 277,75 em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de setembro de 2003 as 19:19, por: cdb

O preço médio dos itens que compõem a cesta básica teve ligeira alta de 0,12%, na capital paulista, durante o período de 28 de agosto último até esta quinta-feira, segundo revela a pesquisa diária da Fundação Procon, vinculada à Secretaria Estadual da Justiça, em convênio com o Dieese.

O valor médio passou de R$ 207,50 para R$ 207,75. Os produtos alimentícios subiram 0,42%, de limpeza, tiveram queda de (-0,09%) e Higiene Pessoal caíram (-2,10%). No acumulado dos últimos 12 meses, há uma variação positiva de 24,12%.

As maiores altas foram: o quilo da batata (8,86%), o quilo da cebola (8,33%), o pacote de 500 gramas da farinha de mandioca torrada (5,56%), a unidade do sabão em barra (4,17%) e o quilo do alho (3,63%).

Já as maiores quedas foram: o pacote com dez unidades do absorvente aderente (-12,18%); o pacote com 200 gramas do biscoito maisena (-4,81%); o pacote de um quilo do sabão em pó (-3,26%); o pacote com 4 unidades do papel higiênico Fino Branco (-2,52%) e o quilo de farinha de trigo (-2,33%).

De um total de 31 produtos pesquisados, 14 tiveram alta, a mesma quantidade baixaram de preço e os outros três restante permaneceram estáveis. As maiores pressões na composição do valor médio foram a carne de segunda sem osso com 0,31%, seguida pelo sabão em barra, com 0,14%, batata 0,13%, carne de primeira 0,10% e ovos brancos, 0,09%.