Preço do dólar não é problema, diz vice-presidente da Acrefi

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 24 de maio de 2007 as 22:00, por: cdb

Nas últimas semanas, a queda do dólar tem sido o assunto mais comentado. O vice-presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), José Arthur Assunção, defende uma abertura maior das importações, sentido oposto ao que o governo vem trilhando ultimamente.  
 
Assunção acredita que é preciso parar de se preocupar com a flutuação do cambio e efetivar mudanças mais profundas e concretas na nossa economia.
 
– Se o BC desistisse de onerar as importações e, pelo contrário, as desonerasse cada vez mais iria fortificar a economia do país. Desse modo, com o aumento das importações, haveria uma indicação clara para o mercado de que a tendência do dólar não seria mais de queda -, explica Assunção.
 
Segundo o vice-presidente da Acrefi, maior facilidade para importar significa maior acesso a bens de capital de ponta. 
 
– As empresas brasileiras se modernizariam e exportaríamos, no futuro, produtos de maior valor agregado -, disse.
 
– Só espero que o BC não tente, em vão, segurar novamente a queda do dólar e que o Planalto deixe seus preconceitos de lado e incentive as importações. É o grande passo para sermos uma economia moderna, de Primeiro Mundo -, afirmou.