PPS recorrerá ao STF se convocação de Palocci for anulada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 2 de junho de 2011 as 11:25, por: cdb

O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), anunciou nesta quinta-feira que o partido ingressará com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF), caso o presidente da Câmara, Marco Maia, anule a votação da Comissão de Agricultura da última quarta-feira (1), queando foi aprovada a convocação do ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci.

“Vamos aguardar até a próxima terça-feira, quando o presidente Marco Maia vai anunciar sua decisão sobre o caso. Mas já avisamos que, se ele anular a convocação, iremos ao STF para garantir o respeito a Constituição, que estipula que apenas as comissões da Casa podem deliberar sobre a convocação de ministros de Estado”, afirma Rubens Bueno.

A oposição argumenta que o governo perdeu na votação do requerimento do DEM, mas o governo assegura que a maioria votou contra a convocação de Palocci.

Marco Maia disse que , até terça-feira, vai analisar o vídeo da votação, as notas taquigráficas e todos os demais registros, além de ouvir o presidente da comissão de Agricultura, deputado Lira Maia (DEM-PA), e os 30 integrantes do colegiado que subscreveram a questão de ordem apresentada pelo deputado Paulo Piau (PMDB-MG).

Da Redação/PCS