Powell diz que programa nuclear do Irã é muito desenvolvido

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 10 de março de 2003 as 11:47, por: cdb

O Secretário de Estado americano, Colin Powell, declarou que o Irã tem um programa nuclear mais desenvolvido do que se pensava.

Ele comparou a situação iraniana com a do vizinho Iraque, afirmando que a evolução do programa de fabricação de armas nucleares no Irã é uma amostra de como um país pode esconder informações importantes dos inspetores de armas da ONU (Organização das Nações Unidas).

Powell deu essas declarações logo depois de a revista americana Time ter publicado uma reportagem na qual “fontes diplomáticas” dizem que o Irã está perto de conseguir produzir urânio enriquecido – material que pode ser utilizado para produzir energia atômica, ou fabricar armas nucleares – na usina nuclear de Natanz, na região central do país.

“De repente, descobrimos que o Irã está muito mais avançado, com um programa de desenvolvimento de armas nucleares muito mais robusto do que havia sido declarado até o momento”, disse o secretário de Estado americano em uma entrevista à rede de televisão CNN.

Iraque

Em fevereiro, o Irã revelou que está trabalhando em um grande projeto nuclear, mas afirmou que suas intenções são inteiramente pacíficas.

“Isso mostra como um país que realmente está determinado a produzir armas nucleares pode levar seu projeto à frente secretamente, longe dos olhos dos inspetores e de outros observadores. E sabemos que (o presidente iraquiano) Saddam Hussein ainda tem essa intenção”, disse Powell.

Mas, em entrevista a outra rede de televisão nos Esatdos Unidos, a ABC, a conselheira de Segurança Nacional do país, Condoleezza Rice, disse que a notícia não a surpreendia.

“O programa foi apresentado como pacífico, mas, por muito tempo, temos sido uma das únicas vozes alertando que os iranianos são um problema”, delcarou Rice.

Segundo a revista Time, a fonte diplomática disse que o programa em Natanz está “extremamente avançado”.

As instalações iranianas teriam “centenas” de centrifugadores de gás prontos para produzir urânio enriquecido que poderia ser usado em avançadas armas nucleares e “milhares de outras peças para armamentos nucleares prontas para entrar na linha de montagem”.

No sábado, o governo do Irã afirmou que vai divulgar as informações sobre seu programa nuclear.

O presidente do país, Mohammad Khatami declarou que o programa nuclear iraniano vai ser desenvolvido segundo as normas do Tratado de Não Proliferação de Armas e que vai cooperar com a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) da ONU para evitar mal-entendidos.