Portuguesa é líder da Série B

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 29 de abril de 2003 as 23:01, por: cdb

No primeiro confronto entre duas equipes rebaixadas à série B do Campeonato Brasileiro em 2002, Gama e Portuguesa empataram por 1 a 1, nesta terça-feira à noite, pela segunda rodada da competição. No outro jogo da noite, o Joinville passou fácil pelo Santa Cruz por 3 a 0.

Quem levou a melhor na rodada foi a Portuguesa. Com o ponto conquistado nesta terça, o time do Canindé já soma quatro e assume provisoriamente a liderança da competição. Joinville e Santa Cruz têm três pontos cada, enquanto o Gama, com dois empates, soma dois pontos.

Os quatro times voltam a jogar pela série B apenas no dia 10 de maio. A Portuguesa irá receber o Ceará, no Canindé, enquanto o Santa Cruz pega o Mogi Mirim, no Arruda. Já o Joinville joga fora de casa, contra o Brasiliense, na Boca do Jacaré. E o Gama enfrenta o Marília, no Bento de Abreu, em Marília.

No Distrito Federal
Gama e Lusa, 26º e 23º, respectivamente, na série A em 2002, se enfrentaram no estádio Bezerrão, no Distrito Federal. O time paulista contou mais uma vez com sua dupla de ataque, além de muita força na marcação, para conseguir o empate.

Jogando nos contra-ataques, Marcos Denner, autor de três gols na goleada por 5 a 2 sobre o Remo, no último sábado, tocou para Alex Alves, que marcou um contra o time paraense. O atacante não desperdiçou a oportunidade e abriu o placar aos 13min.

O Gama não se intimidou e conseguiu o empate aos 20min, com Luciano Fonseca. Melhor em campo, a equipe da casa teve outra ótima chance aos 34min, após desvio de Leonardo Manzi para o gol. A bola bateu na trave. E aos 44min, Wesley recebeu de Leonardo Manzi e bateu para o gol. Gléguer salvou a Lusa.

O segundo tempo foi um grande sufoco para o time paulista. O Gama voltou muito bem do intervalo e passou a pressionar bastante a Portuguesa. Aos 7min, a equipe da casa perdeu sua primeira grande chance na etapa final. Leonardo Manzi recebeu livre e bateu para fora do gol.

A Portuguesa ficou presa em seu campo de defesa. Com o Gama atacando seguidamente, a zaga da Lusa trabalhou bastente. Principalmente o goleiro Gléguer. Aos 21min, Rochinha cruzou na área, Leonardo Manzi bateu para o gol e Gléguer fez ótima defesa.

O Gama continuou buscando o gol da vitória. Mas a Portuguesa conseguiu ir controlando a pressão do time da casa e segurou o empate até o fim, levando mais um ponto para o Canindé.

Em Joinville
O começo do jogo do Santa Cruz foi animador para sua torcida. Mesmo jogando longe de casa, o time pernambucano tocou bem a bola nos primeiros minutos. Com dificuldades para armar suas jogadas, o Joinville pouco ameaçou o gol de Nilson.

Aos 21min, porém, numa jogada de bola parada, a equipe da casa abriu o placar. Beto cobrou escanteio, a zaga não cortou e Da Silva, de cabeça, fez Joinville 1 a 0. O gol desestabilizou o Santa Cruz.

Mostrando falhas em seu sistema defensivo, o tricolor pernambucano viu o Joinville ampliar sua vantagem aos 33min. Luciano Roger recebeu livre, fez boa jogada em cima da zaga do Santa e bateu para o gol, marcando belo gol.

O Santa Cruz ainda teve uma ótima chance para diminuir no primeiro tempo. Aos 40min, Roberto Santos fez boa jogada e lançou Ciel. O jogador entrou livre e, na saída do goleiro Marcelo, mandou a bola no travessão do time catarinense.

O ritmo de jogo caiu no segundo tempo. Nem a expulsão de Luciano Roger, aos 10min, animou o time do Santa Cruz. Lento e errando muitos passes, o tricolor pernambucano não conseguiu se beneficiar de sua vantagem numérica em campo, criando muito pouco em seu ataque.

O castigo para o Santa Cruz aconteceu aos 22min. Sem forçar o jogo, o Santa ainda bobeou na zaga e sofreu o terceiro gol. Marlon, aproveitando cruzamento na área, marcou de cabeça. Com a grande vantagem do Joinville, os dois times desistiram da partida e não criaram mais nenhum lance de emoção.