Portugal Telecom vai investir mais na Telesp Celular

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de outubro de 2001 as 17:34, por: cdb

“A Portugal Telecom continuará a apoiar sua controlada brasileira, a Telesp Celular, na restruturação da sua dívida. Os portugueses vão ingressar mais 400 milhões de Euros na operadora”. Esta declaração foi do diretor da Telesp Celular, Miguel Horta e Costa, durante coletiva de imprensa nesta quinta-feira, em São Paulo, onde se enfatizou também o total dos investimentos já realizados na operadora pela Portugal Telecom, que aportou 600 milhões de Euros na Telesp Celular, durante a primeira fase da privatização.

“A médio prazo a Telesp Celular precisará de um aumento de capital que será apoiado pela Portugal Telecom”, revelou Miguel Horta e Costa. O diretor, entretanto, não deixou claro se estes 400 milhões serão usados só para a administração da dívida atual da operadora (que inclui a aquisição da operadora Global Telecom, no Sul do Brasil) ou somente para aumento de capital. Além disto, o diretor da Telesp Celular confirmou que a operadora lusa (a PT) pretende manter os planos de fusão da Telesp Celular com a Telefônica Celular. Se acontecer, este processo de fusão entre as duas operadoras de telefonia celular (a Telesp controlada pelos portugueses e a Telefônica dos espanhóis) poderá criar uma mega-empresa de telefonia celular com 9 milhões de clientes no Brasil.

Segundo Miguel Horta e Costa, dois grandes bancos internacionais, o J.P. Morgan e o Solomon Smith Barney já estão avaliando as duas empresas para chegar a um valor paritário. “Em última análise, podemos entrar com dinheiro para fazer a paridade, já que cada empresa terá 50% da nova companhia”. O diretor da operadora paulista lembrou que esses planos, porém, precisam ainda serem aprovados pela Anatel para que a fusão possa ser levada adiante e concretizada.