Portugal nega suspeita de Sars no país

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de abril de 2003 as 17:29, por: cdb

O diretor-geral de Saúde, José Pereira Miguel, disse desconhecer a existência de casos de pneumonia atípica, uma doença que já matou mais de 200 pessoas, a maioria na Ásia.

José Pereira Miguel, que falava em Lisboa após a apresentação de um manual de saúde oral para crianças e jovens deficientes, garantiu que “não existem casos nem suspeitas de casos” da doença em Portugal, embora as autoridades já tenham notificado um doente por risco de ter contraído pneumonia atípica.

O caso foi registado no Hospital Militar de Lisboa, onde uma mulher apresentava sintomas semelhantes aos da doença, mas que não se confirmariam, acabando a paciente por ter alta médica há dez dias.

A pneumonia atípica (ou síndrome respiratória aguda) é uma doença altamente contagiosa descoberta em novembro passado no Sul da China, onde já matou 160 pessoas, e se propagou depois a mais de 30 países.

Febre superior a 38 graus, tosse e dificuldades respiratórias são os principais sintomas da doença, que já atingiu cerca de 4.000 pessoas em todo o mundo, das quais 200 acabaram por morrer.