Porto de Paranaguá se prepara para escoar safra recorde de soja

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de fevereiro de 2003 as 17:58, por: cdb

O Porto de Paranaguá (PR) está se preparando para atender a crescente demanda de escoamento dos grãos produzidos no Estado. Segundo informações da Administração Portuária, neste ano a América do Sul, segunda colocada no ranking da produção mundial de soja, vai superar os Estados Unidos (primeiro colocado) na colheita do produto. A previsão é de que sejam produzidas na América do Sul 88 milhões de toneladas, contra 74 milhões de toneladas norte-americanas.

Para atender aos produtores de grãos, o porto paranaense está investindo R$ 1,3 milhão em serviços de manutenção do Corredor de Exportação, complexo que conta com seis carregadores de navios, correias transportadoras, balanças, elevadores e outros equipamentos necessários à atividade portuária. Entre as aquisições da Administração Portuária está o novo sistema de despoeiramento para descarga de farelo, que substitui um equipamento semelhante, comprado na década de 70, inadequado para atender a atual demanda do corredor.

Dos 48,5 milhões de toneladas de soja previstos para a produção brasileira, o Paraná colherá 10,5 milhões de toneladas – 11,7% a mais que a produção de 2002. De acordo com a direção do porto, metade da produção paranaense será exportada por Paranaguá.