Porsche GT3: gaúcho prevê corrida complicada

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 10 de setembro de 2009 as 14:10, por: cdb

O piloto gaúcho Miguel Paludo espera uma corrida bem complicada, na próxima etapa da Porsche GT3 Cup, que acontece no Rio de Janeiro, no dia 20 de setembro. No ano passado, o piloto largou da última posição e venceu a prova, mas crê que neste ano, será diferente.

– É difícil repetir a dose. Eram outras circunstâncias. Essas coisas só acontecem de vez em quando, além do mais, é outro campeonato com outras regras. (…). Além disso, o desgaste de pneus no Porsche é muito grande, principalmente os traseiros, por causa do posicionamento do motor e da tração que o carro tem –, afirmou.

Paludo divide o Porsche número 5 com Ricardo Maurício, considerado um dos melhores pilotos do automobilismo brasileiro e que por muitos anos competiu na Europa, chegando até a extinta Fórmula 3000 Internacional, que, antes da criação da GP2, era o último degrau antes da Fórmula 1.

O paulista tem elogiado muito o desempenho de seu companheiro, o que é um motivo de grande orgulho para o gaúcho.

A dupla venceu a segunda corrida da etapa realizada em São Paulo, nos dias 22 e 23 de agosto. Foi a terceira vitória de Paludo e Maurício nas últimas cinco provas. Devido a estas performances, o Porsche número 5 terá de carregar 80 Kg de lastro na etapa do Rio de Janeiro, fazendo com que o gaúcho espere uma corrida complicada.

– Vai ser bem complicado no Rio de Janeiro. Carregar 80 Kg no carro é como levar outra pessoa dentro do carro comigo. Então isso aumenta o desgaste de pneus e freios, por exemplo. Mas de qualquer forma, os carros estão bem equilibrados. E a disputa pelo título promete. Vai ser bem disputado, e acho que muita coisa vai acontecer –, previu.