Político alemão critica contratação de Breno pelo Bayern de Munique

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de dezembro de 2007 as 14:41, por: cdb

O presidente do Parlamento alemão, Norbert Lammert, criticou a contratação do zagueiro brasileiro Breno, ex-São Paulo, pelo Bayern de Munique, em sua coluna no jornal Bild. Lammert se referiu aos gastos excessivos dos clubes locais, já que Breno custou 14 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões) aos cofres da equipe.

“Sou contrário a esses excessos constantes e substanciais de nossos esportes. Se o clube mais rico da Bundesliga compra um jovem brasileiro por 14 milhões de euros e lhe oferece um salário que a maior parte dos trabalhadores não poderão ganhar em toda sua vida, tudo fica banal”, escreveu Lammert.

Recentemente, Frank Bsirske, presidente de uma das maiores centrais sindicais alemãs, já havia levantado a questão. No mesmo tom, o presidente da federação das indústrias, Jürgen Thumann, pediu que fosse limitasse a quantia destinada a contratações como a de Breno.