Policial diz que mobilização da PM de Sergipe levou a melhores salários

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 31 de maio de 2011 as 11:55, por: cdb

O sargento Edgard Menezes Silva Filho, gestor da Associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe, afirmou há pouco que em seu estado os policiais e bombeiros militares já recebem praticamente o que prevê a PEC 300/08. Ele ressaltou, no entanto, que esse direito não foi concedido pelo governo, foi conquistado. “O governador teve de assinar, porque nós fomos para as ruas e não restou alternativa porque somos uma engrenagem muito importante na máquina estatal”, ressaltou.

O líder dos militares sustentou ainda que a categoria deve ter consciência de sua importância. “Quando governadores usarem como desculpa o tamanho da polícia e do bombeiro, respondam: nós somos do tamanho da nossa importância”, aconselhou.

Silva Filho ressaltou que a luta por melhor remuneração não é fácil, pois gerou a abertura de diversos processos contra ele, inclusive para expulsá-lo da polícia. “Não é fácil, mas é possível. O líder é o mensageiro, a força está com a tropa”, acrescentou. Silva Filho participa de audiência pública da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado para discutir projetos de interesse dos policias. O evento ocorre no auditório Nereu Ramos.

Tempo real:14:12 – Ex-deputado pede votação do piso salarial dos policiais em segundo turno13:57 – Comissão de Segurança realiza neste momento audiência sobre a PEC 30008:16 – Comissão de Segurança Pública discute PEC 300Íntegra da proposta:PEC-300/2008Reportagem – Maria Neves
Edição – Pierre Triboli