Policiais prendem segundo suspeito de matar turista alemão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 26 de abril de 2015 as 15:01, por: cdb
Orelha e Buiú estão prsos e aguardam julgamento
Orelha e Buiú estão prsos e aguardam julgamento

Procurado por assalto a mão armada e homicídio, André Luis Barcelos de Oliveira, o Orelha de Vaca, como é conhecido, de 19 anos, foi preso na manhã deste domingo por policiais da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), no Centro do Rio. Orelha foi indiciado junto com William Vieira dos Santos, o Buiu, de 30, pela Divisão de Homicídios (DH) da Capital, como suspeito matar a facadas, durante um assalto, o turista alemão Fred Nicfind, de 51 anos, no último Carnaval.

– Ele é perigoso e tem um histórico pesado – relatou a jornalistas o delegado da 5° DP Marcelo Carregosa.

Orelha se machucou ao tentar fugir da polícia
Orelha se machucou ao tentar fugir da polícia

A operação para a captura do suspeito ocorreu com apoio de guarnições da UPP dos morros dos Prazeres e Falett Fogueteiro, na região central do Rio. Quatro policiais disfarçados chegaram ao local enquanto PMs fardados cercavam o campo de futebol para que ele não fugisse. Após a prisão, Orelha foi encaminhado à 5° DP (Mem de Sá) e em seguida para a DH.

A operação mobilizou 20 homens e, ao perceber que estava cercado, Orelha tentou correr e chegou a agredir os policiais à paisana. Na fuga, o suspeito se feriu e foi levado para uma UPA local antes de ser encaminhado para a delegacia.

Pesam cinco mandados de prisão contra o suspeito, incluindo um roubo na Estrada do Sumaré, contra uma turista portuguesa e o assassinato do turista alemão. Orelha também é suspeito de participar do assalto ao cardeal arcebispo do Rio Dom Orani Tempesta, no ano passado.

O turista alemão Nicfind chegou a ser socorrido no Hospital Municipal Souza Aguiar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A mulher do turista, Sybelle Jurth, de 52 anos, fez a identificação de Orelha como um dos autores do crime.

Buiú

Na semana passada, foi preso por agentes do 5º BPM (Praça Harmonia), o primeiro acusado de roubar e matar Nicfind, durante o Carnaval. Willian Vieira dos Santos, conhecido como Buiú, foi detido no Largo da Carioca e, com ele, a polícia encontrou uma faca, que foi anexada ao processo como a arma do crime.

Na delegacia, policiais constataram que contra William havia mais de um mandado de prisão em aberto, inclusive por latrocínio (roubo seguido de morte). Do casal de alemães, os bandidos levaram R$ 100 em espécie e uma mochila com câmera fotográfica, além da chave do quarto do hotel.