Policiais prendem acusado de matar menina de sete anos em Itaboraí

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 16 de março de 2010 as 23:38, por: cdb

Policiais da 71ª DP, de Itaboraí, prenderam, nesta terça-feira, em Cabo Frio, o motorista de ônibus Márcio Mendonça Barcelos Fernandes, de 39 anos. Mendonça é acusado de envolvimento no assassinato da menina Talita Teixeira da Silva, de 7 anos, que ocorreu no dia 1º de fevereiro, na casa onde a menina morava com a mãe e o padrasto, em Itaboraí.

Segundo o delegado Luiz Antônio Ferreira, titular da 71ª DP, Márcio dirigiu o carro que levou ao local do crime o autor do disparo que matou Talita. Márcio morava em Itaboraí e trabalhava numa empresa de ônibus cuja garagem fica no Caju, na Zona Norte do Rio. Após o crime, ele se mudou para a cidade de São Pedro d´Aldeia e pediu transferência para a garagem de Cabo Frio, onde foi preso.

O atirador foi identificado pela polícia como Rafael Gabriel Corrêa, que permanece foragido e as equipes da 71ª DP continuam à procura de Rafael, que estaria escondido numa praia no Nordeste. Talita foi morta com um tiro na cabeça por ter sido usada como escudo pela própria mãe, Luciana Teixeira da Silva. No dia do crime, Rafael esteve na casa de Luciana para cobrar sua parte dos R$ 1.700 que haviam sido roubados de um caminhoneiro na Rodovia Niterói-Manilha.

Além de Rafael e Luciana, também participaram do assalto ao caminhoneiro Renato Wallace Rodrigues de Oliveira, padrasto de Talita, além de Jhonatas. Renato, Luciana e Jhonatas foram presos pelos crimes de roubo e formação de quadrilha, logo após o assassinato da menina. O casal Luciana e Renato conseguiu na Justiça o direito de responder ao processo em liberdade e se encontra solto. Já Jhonatas, Márcio e Rafael serão indiciados pelos crimes de homicídio qualificado e três tentativas de homicídio.