Policiais australianos vão para Riad

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 15 de maio de 2003 as 04:27, por: cdb

O Governo australiano enviará policiais à Arábia Saudita para investigar a série de atentados suicidas realizados em Riad que causaram pelo menos 34 mortos, entre eles um australiano, anunciou, nesta quinta-feira, o comissário da Polícia Federal Australiana, Mike Keelty.

As negociações com as autoridades internacionais para o envio da equipe de especialistas já iniciaram, indicou Keelty, assinalando que “a morte de um cidadão australiano é suficientemente relevante” para que esse país participe das investigações.

O cidadão falecido foi identificado hoje pelo jornal local Sydney Morning Herald como Oday al-Sadak, de 40 anos, que trabalhava em Riad para uma empresa informática americana.

Outro cidadão australiano, cujo nome não foi revelado, ficou ferido e se encontra hospitalizado em Riad.

Segundo dados oficiais sauditas, 34 pessoas morreram e outras 194 ficaram feridas nas três explosões que ocorreram na madrugada de terça-feira em complexos residenciais habitadas principalmente por estrangeiros.

Entre as vítimas se encontravam nove supostos terroristas cujos corpos carbonizados foram encontrados no lugar dos ataques.