Polícia procura por mais cinco suspeitos de matar mendigos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 17 de setembro de 2004 as 09:36, por: cdb

A polícia de São Paulo está procurando pelo menos outras cinco pessoas que teriam envolvimento nos assassinatos de moradores de rua no centro da capital. Nesta quinta-feira, o juiz da 1ª Vara do Júri de São Paulo, Rui Porto Dias, decretou a prisão temporária de três suspeitos de envolvimento nos ataques. Dois policiais militares e um segurança particular foram presos.

Entre os dias 19 e 22 de agosto, sete sem-teto foram assassinados e oito ficaram feridos.
O juiz decretou a prisão temporária por 30 dias dos soldados da Polícia Militar Marcos Martins Garcia e Jayner Aurélio Porfírio, e por dez dias do segurança Manoel Alves Tenório, conhecido como Jaime.

Conforme as investigações, o grupo acusado de envolvimento na chacina seria pago por comerciantes do centro para fazer “segurança clandestina”. Além disso, controlava pontos de venda de drogas, principalmente crack. O tráfico seria uma das causas das mortes. O morador de rua conhecido como “Pantera” teria sido morto por saber como era feita a distribuição da droga.