Polícia paulista sofre novos ataques

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 8 de novembro de 2003 as 09:01, por: cdb

A ofensiva contra a polícia paulista teve mais um capítulo na noite desta sexta-feira e madrugada de sábado. Foram quatro ataques, sendo que nenhum deles ocorreu na capital. Foram dois na Grande São Paulo e dois na Baixada Santista. Apesar de toda a mobilização policial – todas as folgas da polícia foram canceladas neste fim de semana – nenhum acusado dos novos ataques foi preso. Também não houve feridos.

Na Grande São Paulo, as ações ocorreram em Barueri e Guarulhos. Na primeira cidade, a investida aconteceu contra um posto da polícia rodoviária, localizado no km 13,5 do rodoanel. De acordo com informações da polícia, os tiros partiram de um Monza branco e após os disparos os acusados fugiram a pé.

Em Guarulhos, a tentativa de ataque terminou frustrada. Pelo menos três homens dispararam tiros de um Monza escuro, mas não chegaram sequer a acertar a base da 2ª Companhia do 31º Batalhão da Polícia Militar.

No litoral paulista os alvos foram a Polícia Militar e uma delegacia de polícia. Em Santos, um posto policial da PM foi alvo de mais de 20 tiros de acusados que estavam em duas motos. Houve revide, mas ninguém se feriu. O crime aconteceu no bairro de Campo Grande.

Em São Vicente, a ação foi semelhante. Foram mais de 20 tiros contra a fachada do 2º Distrito Policial, que partiram de um Gol vermelho. Foi atingido um veículo que estava estacionado em frente à delegacia.

Durante a noite desta sexta-feira e a madrugada de sábado, o efetivo policial foi mobilizado e fez mais de 1.500 bloqueios, tentando evitar a ação dos criminosos. Os resultados ainda não foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Até a 0h00 deste sábado, tinham ocorrido no Estado de São Paulo 33 ataques a postos policiais, delegacias, bases de guarda municipal e até residências de policiais. Três PMs morreram, doze ficaram feridos, marginais também foram baleados e já há 23 suspeitos presos. Durante a noite e madrugada houve blitze em vários pontos considerados estratégicos pela PM. Nas delegacias policias estão em alerta permanente.