Polícia não encontra suspeitos de matar PMs

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de maio de 2007 as 16:44, por: cdb

A operação da Polícia Militar na Vila Cruzeiro, uma das favelas do Conjunto do Alemão, no subúrbio do Rio, terminou sem a prisão de suspeitos da morte de dois PMs, informou a assessoria da corporação.
 
Policiais do Batalhão de Choque e do Batalhão de Operações Policiais Especiais estiveram na área à procura dos envolvidos na morte dos soldados Marco Antonio Ribeiro e Marcos André Lopes, assassinados na noite desta terça-feira, em Oswaldo Cruz, subúrbio do Rio, mesmo local  onde o menino João Hélio foi morto após ser arrastado durante 7km preso ao cinto de segurança do carro. O crime aconteceu no dia 7 de fevereiro.

O governador Sérgio Cabral informou, nesta manhã, que as investigações dão conta de que os criminosos são da Vila Cruzeiro. Há informações de que eles estavam em dois carros, um Astra e um Vectra, no momento do crime. Um fuzil e duas pistolas dos policiais foram levados após o crime.
 
Cabral classificou o ato praticado como uma “crueldade”, e disse ser uma tentativa de intimidar o Estado.