Polícia marroquina prende 27 suspeitos de terem conexão com os suicidas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 17 de maio de 2003 as 19:04, por: cdb

A polícia de Marrocos prendeu 27 islâmicos no sábado que teriam conexão com os ataques suicidas que mataram 41 pessoas na noite de sexta-feira em Casablanca, maior cidade do país, disse uma fonte do governo sob condição de anonimato.

A fonte recusou-se a comentar sobre informações circulando entre jornalistas de que explosivos foram encontrados na capital Rabat durante a busca de culpados pelos atentados, que tiveram entre os alvos um clube espanhol e uma área judaica de Casablanca.

Mais cedo, autoridades haviam dito que três marroquinos tinham sido presos.

Os ataques de sexta-feira atingiram cinco alvos em Casablanca, a capital comercial de Marrocos.

Hassan Aourid, porta-voz do rei de Marrocos Mohammed, disse que os ataques foram responsabilidade de uma rede internacional de terrorismo, acrescentando que os culpados seriam punidos “sem misericórdia”.

Um oficial nos Estados Unidos disse ser plausível que a rede al Qaeda, de Osama bin Laden, esteja por trás dos atentados em Casablanca. Washington já apontou a rede de Bin Laden como a suposta culpada pelos ataques do início desta semana em Riyadh, capital saudita, que deixaram 34 mortos.

Nenhum grupo assumiu a responsabilidade pelos atentados em Casablanca, que mataram 41 pessoas e feriram outras 100, 17 delas em estado crítico.