Polícia esclarece ataque à delegacia de Praia Grande

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 22 de novembro de 2003 as 18:29, por: cdb

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo esclareceu o ataque feito contra a Delegacia de Polícia de Praia Grande, no litoral paulista, ocorrido em 5 de novembro, às 5h30, quando foram jogadas duas granadas no pátio da cadeia.

Na ocasião, uma das granadas detonou danificando uma viatura, não houve feridos. Por meio de denúncia anônima, policiais do 1ª DP da cidade prenderam esta madrugada os responsáveis pelo ataque. Um adolescente de 17 anos e Gilmário Santana, de 19 anos.

O menor deve ser transferido para a Fundação do Bem Estar do Menor (Febem) e Santana permanecerá detido na cadeia pública de Praia Grande. Segundo a secretaria, ambos assumiram o ataque, mas negaram qualquer envolvimento com facção criminosa.

O último balanço feito pela secretaria indica que dos 46 atentados contra a polícia paulista, ocorridos desde 2 de novembro, nove casos estão resolvidos, 40 pessoas foram presas. Com os ataques, dois PMs morreram e outros dez ficaram feridos.