Polícia e manifestantes entram em choque nas ruas de Washington

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 27 de setembro de 2002 as 16:21, por: cdb

Uma manifestação promovida por centenas de pessoas nas ruas de Washington, que no fim de semana será sede da reunião anual do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial, terminou em violência nesta sexta-feira: mais de 500 pessoas foram presas durante choques com a Polícia.

Os manifestantes protestavam contra as políticas do FMI, que afirmam ser injustas por beneficiarem as nações ricas às custas dos países em desenvolvimento.

A Polícia do Distrito de Columbia, onde está localizada a capital norte-americana, informou que 40 pessoas foram detidas por bloquearem ruas e calçadas, perto da sede do FMI.

Alguns dos manifestantes acorrentaram-se e recusaram-se a levantar de uma calçada. A Polícia serrou as correntes e deu um prazo de dois minutos para que os ativistas dispersassem. Apenas quatro obedeceram às ordens.

Os outros 21 foram presos e acusados de desacato à autoridade.

Em um outro incidente, a Polícia entrou em choque com cerca de 150 pessoas que realizavam protestos em frente a uma agência do Citibank.

Perto dali, entre 200 e 300 manifestantes concentraram-se em um parque ao lado do local da reunião do FMI e do Banco Mundial. Ali, porém, não houve episódios de violência.

A Polícia do Distrito de Columbia mobilizou 1.500 homens para patrulhar as ruas de Washington durante o fim de semana. O esquema de segurança foi reforçado com 1.700 policiais de outras jurisdições.