Policia aprende 1291 couros de jacaré em rodoviária

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 03:42, por: cdb

A Polícia Ambiental apreendeu nesta segunda feira, na rodoviária de Várzea Grande (MT) 1291 couros de jacaré que seriam levados para o município de Novo Hamburgo (RS). Os policiais foram chamados por um fiscal da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) e ao fazerem a vistoria constataram a ausência da guia de licença de transporte, expedida obrigatoriamente pelo Ibama, que custa apenas R$ 21.

A irregularidade pode custar à Coocrijapan, empresa que possui licença para jacarés em cativeiro, uma multa no valor de R$ 645.500, já que a multa por pele apreendida é de R$ 500. O Ibama está apurando para ver se a licença não seguiu juntamente com outra carga que fora enviada um pouco antes por outro ônibus. Na Coocrijapan, os diretores estavam tentando resolver o problema que poderia ter sido criado com a separação das notas fiscais no momento em que a mercadoria foi embarcada.

A nota fiscal que acompanhava as peles foi emitida no valor de R$ 18.080, correspondente a 904 couros com o valor unitário de R$ 20,00. Como a contagem mostrou que haviam 1.291 peles, e nas bombonas não existia nenhum tipo de identificação, existe a dúvida de que a carga despachada anteriormente seguiu com a nota fiscal trocada. As peles seriam enviadas para uma empresa com sede em Novo Hamburgo, conhecido pólo calçadista do Rio Grande do Sul.