Polícia ainda não encontrou responsável por morte de ministra da Suécia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de setembro de 2003 as 02:46, por: cdb

A polícia da Suécia publicou no último domingo em seu site fotos de um homem que pode ter sido o assassino da ministra das Relações Exteriores, Anna Lindh, mas doze horas depois não tinha obtido nenhum resultado sério para o caso, informou a própria polícia.

– O número de pistas aumentou, mas não como esperávamos –  declarou o porta-voz da polícia de Estocolmo, Mats Nylen, doze horas após a publicação das fotos, que mostram um homem de aparentemente 30 anos.

Os responsáveis pela investigação informaram ter recebido cerca de 2 mil pistas mas ainda não identificaram o homem. A polícia pede ajuda a todas as pessoas que tiverem informações sobre o caso.

Esfaqueada várias vezes por um desconhecido na quarta-feira passada quando fazia compras em uma loja no centro da capital, Anna Lindh, de 46 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no dia seguinte.

Esta morte abalou o reino da Suécia a três dias de um referendo sobre a adoção do euro. Lindh, fervorosa partidária da adesão de seu país à moeda única do bloco europeu, era uma das figuras principais desta campanha.