Pokémon Go causa a morte de mulher no Japão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de agosto de 2016 as 10:36, por: cdb

O acidente rodoviário causou a morte de uma mulher de 72 anos e deixou uma vítima com graves ferimentos

Por Redação, com Sputnik – de Tóquio:

A cidade japonesa de Tokushima foi palco de tragédia causada por jogo online. O caseiro de 39 anos, que estava caçando pokémons enquanto conduzia o seu carro, atropelou duas mulheres.

No mês passado, foram registrados pelo menos 79 incidentes rodoviários relacionados ao Pokémon Go
No mês passado, foram registrados pelo menos 79 incidentes rodoviários relacionados ao Pokémon Go

O acidente rodoviário causou a morte de uma mulher de 72 anos e deixou uma vítima com graves ferimentos, dentre eles um no crânio. Os dados sobre a primeira morte causada pelo aplicativo controverso foram divulgados pelo portal da mídia local NHK. No mês passado, foram registrados pelo menos 79 incidentes rodoviários relacionados ao Pokémon Go.

O aplicativo foi lançado em uma série de países em 6 de julho. O lançamento no Japão ocorreu um pouco mais tarde, em 22 de julho. O jogo foi liberado no Brasil no dia 3 de agosto e contava com um número gigantesco de fãs que esperavam sua estreia.

Crianças sírias jogam Pokémon Go

O jogo, que foi lançado recentemente, agora dá a esperança às crianças da Síria de terem uma vida normal. Para escapar à horrível realidade e à violência crescente, as crianças sírias que têm smartphones usam os raros momentos de silêncio para caçar as criaturas virtuais de Nintendo, caso haja a internet no local.

As crianças que têm sorte de serem capazes de jogar, se movem ao redor da cidade e edifícios bombardeados tentando pegar os personagens digitais.

Vivendo na zona de conflito armado, as crianças sempre buscam uma forma para se esconderem da realidade. Eles usam estes restos de tecnologia para criar a impressão que vivem uma vida normal, não a vida estropiada pela guerra que eles não merecem, que eles não iniciaram e que não querem.

Há só um mês que o artista Khaled Akil, usando personagens de Pokémon Go, cria imagens usando fotos da agência AFP que documentam o conflito sírio, para mostrar a vida quotidiana das crianças no país que sofre a guerra.