Pnad conclui que maioria da população brasileira é de negros

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 18 de setembro de 2009 as 11:39, por: cdb

A maioria dos cerca de 188 milhões de brasileiros residentes no país é de negros (pretos e pardos), segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Embora tenha sido registrada redução de 0,7 ponto percentual no número de pessoas que se declararam pretas de 2007 para 2008, essa população representa 6,8% do total. O total de pardos cresceu 1,3 ponto percentual, somando 43,8%, e os brancos, com redução de 0,8 p.p., são 48,4%.

A distribuição da população por cor e raça é diferenciada entre as regiões do país. Os Estados do Norte e Nordeste concentram os negros, com percentuais de 76,1% e 70,1%, respectivamente. Os brancos estão na Região Sul (78,7%) e Sudeste (56,8%).

Brasileiros morando sozinhos

A cada ano, mais pessoas moram sozinhas no Brasil. De acordo com números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), o número de residências com apenas um morador cresceu de 11,5% para 12% de 2007 para 2008, mantendo a tendência verificada em anos anteriores.

Segundo a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de pessoas por família passou de 3,2 para 3,1. Em cada domicílio, a taxa é de 3,3. De acordo com o IBGE, uma das justificativas para essa redução reflete a redução na taxa de fecundidade, que está em 1,89 filho por mulher.

A Região Sul registra o menor número de pessoas por família, 2,9 e por domicílio, 3,1, assim como a Região Sudeste. Ao contrário, a Região Norte apresenta indicadores mais elevados nas duas situações: 3,5 por família e 3,8 pessoas por domicílio.