PMs são suspeitos pelos assassinatos de moradores de rua em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 16 de setembro de 2004 as 02:02, por: cdb

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) pode pedir nesta quinta-feira, 16, a prisão de três suspeitos de envolvimento nos ataques contra moradores de rua, em São Paulo. Entre os suspeitos, dois são policiais militares. Os nomes não foram informados pela polícia.

Os ataques contra moradores de rua ocorreram nas madrugadas dos dias 19 e 22 de agosto, no centro de São Paulo. As vítimas foram golpeadas na região da cabeça e sete morreram.

Os dois PMs seriam comandantes de um esquema de segurança clandestina na região central da cidade. Eles teriam envolvimento, ainda, com tráfico de drogas. Há suspeitas que os alvos dos ataques seriam dois dos moradores de rua. As outras vítimas teriam sido agredidas para confundir a polícia.

A polícia cumpriu, na última sexta-feira, um mandado de busca e apreensão na casa de um suspeito, que trabalha como segurança clandestino e é tio de um guarda-civil. Não foi encontrada nenhuma evidência do crime.